segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Viver no exterior 2 - Aspectos Positivos


Resolvi que a cada post sobre a experiencia no exterior, irei alterar aspectos negativos e positivos, sendo assim, neste post tratarei dos aspectos positivos.
No post passado mostrei uma realidade que muitas vezes acaba sendo mascarada, hoje tratarei de aspectos positivos e talvez eu venha a ser redundante, visto que é sempre lugar comum exaltar o que os outros paises possuem de bom, e  mesmo assim tratarei.

Bem tem coisa melhor, sobre tudo, sentir-se seguro??? Pra mim, NAO!
Sair de casa e nao ter medo de ter a bolsa roubada de maneira brusca, falar ao celular seja ele um simples ou os de ultima geraçao a qualquer hora e qualquer momento sem temer quem se aproxima… ver crianças brincando em seus i-phones nos onibus, executivos com seus blackberrys, pessoas que abrem seus notbooks em qualquer ponto da cidade… nosso que sonho! Sonho nao, realidade que foi construida ao longos dos seculos, e sempre baseada na educaçao e respeito.
Aqui na Europa existe infratores, sim existe, entretanto aqui existe o respeito do deliquente pela policia, as cidades possuem cameras nas ruas diretamente vinculadas a policia, entao aquele que ousa infringir a lei, sabe que certamente sera punido, e que exceçao sera sua impunidade, coisa que nossa patria amada, Brasil, nao possui.
Imaginem que voce caminha destraida, e na faixa de pedestres todos param para que voce atravesse; Idealize dormir sem medo de ter sua casa invadida por bandidos, estudar com uma educaçao fabulosa a custo zero e usufruir de uma saude super equipada gratis ou a custos que nao ultrapassam 10 euros em média.
Pois bem, esses sao pontos altamente positivos de viver em maior parte da Europa, pois nem todo continente dispoe desses atributos maravilhosos.

PS.: A imagem acima nao é minha achei no google imagens e nao dizia de quem era, apenas achei isso "Ilustração feita no curso de Design Gráfico em 2008, para uma das matérias - "Dicas de como viver no exterior" - do projeto final eleborado pelo nosso grupo (Revista OPEN). Lápis de cor / Photoshop"

8 comentários:

  1. Toda a viagem é válida!
    Independente de ser para o exterior ou não..
    Contudo, apreciar uma cultura bem diferente da nossa é bem engrandecedor!

    ;D

    ResponderExcluir
  2. Van

    Aqui em Firenze, infelizmente os carros nao param na faixa branca nao... a nao ser se voce se joga literalmente nelas. Se vc ficar parada na faixa esperando que os carros te deixem passar, vai ficar ali a vida toda!

    Quando a puniçao dos crimes, realmente aqui so tem um cidadao que nao paga pelos seus crimes. Advinhe quem è? Começa com B e termina con oni! hahaha

    ResponderExcluir
  3. Olá! Gostei tanto do jeito intimista que vc escreveu este post que li os dois aspectos propostos. Tenho vontade de fazer mestrado em outro país, mas sempre pensei o quanto deve ser difícil pelo lado cultural da a adaptação, principalmente. Desejo boa sorte pra vc aí na gringa!

    Abraço,

    http://cafecomnoticias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. kkkkkkkkkkk amei Cris essa de Firenze, de fato sei que é assim pq ai eu atravessava como no Brasil e Roma tb nao ta tao longe nao, entretanto aqui no norte, eles sao de uma educaçao LINDA, kkk eu morro de rir, fazem filas sempre na faixa que vao atravessar, param nas faixas e ainda quando vem correndo freiam bruscamente e te mandam seguir... é lindo demais kkkkkkkkkkkk

    Ah e qto a puniçao de fato somente o "Sr. Ruby" sai sempre impune, vamos ver nesse caso agora, eu aposto como ele nao pagara!

    ResponderExcluir
  5. Tô vivendo muito do que vc diz nesse post, Van.

    Aqui não é exterior, mas me sinto como se fosse

    ResponderExcluir
  6. viajar é uma terapia


    se possível, visite meu blog

    www.semente-terra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Muito legal o blog
    interessante o post
    vc está de parabéns
    vlw
    <>
    visite-nos e comente tmbm
    gostando siga e avise que retribuiremos
    se seguir deixe o aviso no comentário
    deixando o seu link para retribuirmos
    <>
    grato
    <>
    http://mikaelmoraes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Cara, morro de vontade de morar na gringa.
    Quando eu for, acho que não volto mais não uhashuasuhuhas.
    Abraço

    ResponderExcluir